Postura e a coluna vertebral

 
 
COLUNA VERTEBRAL
 
A preocupação com a postura resulta da consciência de que todas as partes do corpo estão ligadas. Os músculos não são apenas feixes isolados. Eles fazem parte de grandes cadeias que podem conectar os pés à cabeça.
 
Os ossos, do mesmo modo, estão presos uns nos outros. Por isso é inevitável que uma pisada torta acabe inclinando a bacia e, por fim, curvando a coluna.
Dores nas costas costumam ser reflexo de problemas em outros lugares.
 
A regra é nunca forçar demais uma parte do corpo. O peso tem que ficar distribuído entre os ossos - ou seja, não pode apoiar-se sobre uma só perna, deixando a outra solta. A força tem que ser repartida entre os músculos, evitando tencionar em excesso uns e relaxar muito outros.
 
Quando as costas ficam tensas, por exemplo, os músculos do abdômen acabam se soltando. Resultado: as vértebras se desgastam e a barriga, sem exercício, fica mole.
 
Uma dica: observe sua postura.  Fique atento. Temos que aprender a usar apenas só a energia necessária para nos movermos ou ficarmos parados. É tudo uma questão de aprender a distribuir o peso para resistir à gravidade. Agindo assim, não há dúvida de que você vai evitar problemas sérios no futuro.
 
A mais frequente causa de dor , é constituída pela ruptura das estruturas da coluna, mais especificamente do disco intervertebral, conduzindo à perda da estabilidade da coluna.
Se não houver uma medida efetiva para restabelecer esta estabilidade, dificilmente o problema será superado.
 
Tudo fora do lugar
 
Sem saída
 
Uma prisão de ventre pode ser reflexo de um intestino esmagado pelo peso das costas.
 
Rim ruim
 
As costas curvadas podem ser as culpadas pelos cálculos renais. Elas amassam os rins, fazendo com que eles funcionem mal.
 
Dor de cabeça
É bem provável que a causa de muitas enxaquecas esteja mais embaixo - na posição da coluna cervical.
 
Autodigestão
 
Dentro de um estômago prensado, os ácidos da digestão acabam atacando as paredes do próprio órgão. Resultado: úlcera.
 
Sempre torto
 
Dor nas costas. Qualquer problema postural nos pés, ombros, na bacia ou no pescoço acaba doendo na coluna.
 
Sufocado
 
Pessoas curvadas(cifose), absorvem menos oxigênio porque têm os pulmões comprimidos. O risco de pneumonia é maior.
 
A vítima
 
As vértebras cervicais sofrem quando o pescoço e os ombros estão tensos.
As vértebras torácicas são as menos flexíveis porque precisam sustentar as costelas.
As lombares sustentam todo o peso das costas. Um corpo curvado acaba doendo aqui.
 
Explicando
 
Muita gente fica com o pescoço esticado para cima quando a tela da TV ou o monitor do computador estão altos demais.
 
Esta posição aperta os discos, um tipo de gelatina que separa uma vértebra da outra, bloqueando a circulação do sangue. Os vasos que passam pelas vértebras são fechados, diminuindo a irrigação sanguínea do cérebro. Essa pode ser a causa de muitas enxaquecas.
 
Uso do telefone sem dor
 
Ao segurar o telefone com o pescoço, você tenciona o músculo, que causa o torcicolo(ECOM). Enquanto um lado do pescoço está tenso, o outro relaxa. Assim, um ombro fica mais alto que o outro e dói.
 
Como esses processos patológicos são progressivos, o indivíduo terá as dores de forma mais frequente até se tornarem contínuas.
 
 
A dor é uma linguagem que o corpo utiliza para revelar uma lesão qualquer. O corpo não nasceu para sentir dor. Por isso, um paciente com o diagnóstico e terapia corretos, acompanhado de uma boa consciência corporal, pode chegar a uma qualidade de vida que permita viver longe dos sofrimentos.