FÃS DA QUIROPRAXIA

QUIROPRAXIA

Ciência conhecida pelos antigos gregos, egípcios, chineses e hindus, há mais de três mis anos, a Quiroprática teve seu desenvolvimento no mundo contemporâneo a partir de 1895, com os estudos realizados pelo médico David Daniel Palmer, nos Estados Unidos.

A base teórica da Quiropraxia está fundamentada no estudo das articulações em geral, especialmente da coluna vertebral e de sua relação com os nervos que conduzem os impulsos vitais a todo o organismo.

Pequenos desvios de alinhamento das vértebras, ou qualquer outra articulação, que alterem ou dificultem os movimentos normais do corpo, podem determinar compressão ou irritação dos nervos, causando sinais e sintomas de doença. Esses desalinhamentos podem ser causados por movimentos cotidianos, feitos sem nenhum cuidado, como levantamento de peso ou má postura ao sentar-se para trabalhar ou mesmo assistir à televisão.

Em muitos casos, poderão ocorrer vários distúrbios no organismo, desde a sensação de mal estar generalizado, até uma doença em grau mais profundo.

Na prática, a Quiroprática consiste na detecção e correção manual destas anormalidades de alinhamento e movimento. Os nervos assim liberados, voltam a conduzir de modo normal os impulsos nervosos antes comprometidos, restaurando a saúde do organismo.

Podemos chamá-la de arte pois trata artesanalmente as articulações e exige do terapeuta um desenvolvimento tátil bastante apurado, também uma sensibilidade aguçada na avaliação do paciente para identificar os possíveis problemas e grande empatia buscando a confiança mútua entre terapeuta e paciente. O principal objetivo da Quiropratica é capacitar o corpo a utilizar seus próprios recursos biológicos para retornar às suas funções normais.

Benefícios da Quiroprática

Embora a Quiropraxia seja procurada por pessoas que reclamam de dores nas costas, tais como as dorsalgias, lombalgias, ciáticas e outras, a Quiropraxia também é útil para aliviar as consequências de distorções posturais como o aumento da cifose, hiper-lordose e escoliose, restituindo a mobilidade do sistema neuro-musculo-esqueletal e seus efeitos sobre a saúde.

Alongamentos... sempre!!!

. Alongue-se no trabalho. Nos momentos de muita tensão ou quando sentir sua coluna reclamar, recline as costas na cadeira e erga os braços para trás. Mesmo sentada, o alongamento vai ajudar a acabar com a compressão na coluna.

. Alongue-se antes de se levantar da cama. Enquanto você dorme, seu corpo transporta sangue e calor dos músculos das costas para o rim, fígado, estômago e outros órgãos vitais. Ao acordar, a baixa circulação torna sua coluna mais vulnerável a estiramentos ou torções, que podem causar dores durante todo o dia. A seqüência de alongamentos ao lado evita que isso aconteça.



 

HÉRNIA DE DISCO
 

Entre as lesões graves mais comuns, figura a hérnia de disco, que ocorre quando um dos discos amortecedores da coluna se desloca. Isso geralmente ocorre, quando um disco intervertebral fica sobrecarregado por períodos prolongados.O deslocamento causa o rompimento do núcleo do disco e a compressão dos nervos ao redor.
Quem sofre de hérnia de disco lombar sente desconforto em uma das pernas. Hérnia de disco cervical causa dores em um dos braços. 
Entre fatores ocupacionais associados a um risco aumentado de dor lombar estão:
• Trabalho físico pesado
• Postura de trabalho estática
• Inclinar e girar o tronco frequentemente
• Levantar, empurrar e puxar
• Trabalho repetitivo
• Vibrações

QUIROPRAXIA e SEITAI : Estas técnicas associadas tornam-se UMA MANEIRA INTELIGENTE DE CUIDAR DA SUA SAÚDE E DA SUA COLUNA.